Lewandowski defende barreira à criação de partidos

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, defendeu nesta terça-feira, 01, a cláusula de barreira para novos partidos. Ele fez esse comentário ao participar de evento em homenagem aos 25 anos da Constituição Federal de 1988, na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

01 de outubro de 2013 | 11h06

Lewandowski disse que a Constituição prevê a ampla criação de novas legendas, mas afirmou que o grande volume de partidos atrapalha o País. "Sem nenhuma dúvida, um número muito grande de partidos dificulta a governabilidade do País", opinou.

Na semana passada, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a criação de mais dois partidos: Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Solidariedade. Nesta semana está em analise a criação da "Rede Sustentabilidade", projeto da ex-senador Marina Silva. "Entendo que é preciso que se tenha uma cláusula de barreira", comentou Lewandowski.

Tudo o que sabemos sobre:
partidos novosLewandowski

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.