Levantamento apontou gastança

Levantamento feito pela ONG Transparência Brasil em 2007 já mostrava que, dentre as 27 Assembleias do País, a de Brasília liderava disparado o ranking de Legislativos com maior orçamento por parlamentar. O índice era de R$ 9,8 milhões mensais para cada um dos 24 deputados distritais. Com os 10% de reajuste na verba de gabinete, um dos mais importantes na composição do índice, o valor sobe para pouco mais de R$ 10 milhões por deputado.O Distrito Federal mantinha na época confortável distância - agora ampliada - do segundo colocado, Minas (R$ 6,5 milhões), e do terceiro, o Rio (R$ 6,3 milhões). Os dados de 2008 não estão compilados, mas a ONG acredita que se mantiveram inalterados. "Os parlamentares ainda não se deram conta de que gastam muito e a sociedade está cada vez mais atenta à relação de custo-benefício", diz Cláudio Weber Abramo, diretor da ONG.O menor índice de gasto por gabinete, em relação ao orçamento legislativo, é do Tocantins: pouco mais de R$ 2 milhões para cada um dos 24 deputados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.