Lessa e Mantega encontram-se no velório de Furtado

O velório do economista Celso Furtado marcou o encontro entre o novo presidente do BNDES, Guido Mantega, e seu antecessor, Carlos Lessa. Lessa afirmou que gosta de Mantega e que ele ainda não é um brasileiro com B maiúsculo, como Celso Furtado, mas que é um bom brasileiro. Lessa afirmou que ainda não teve a oportunidade de conversar com seu sucessor, mas que eles poderão ter uma conversa aberta, ?sem problema nenhum?. Guido Mantega disse ao chegar à ABL que está assumindo o comando do banco imbuído dos mesmos ideais do economista Celso Furtado. Mantega elogiou o ex-presidente Carlos Lessa, chamando-o de "grande economista" e disse que ambos defendem as mesmas idéias desenvolvimentistas. Mantega adiantou que não haverá nenhuma mudança no banco, e que a diferença de seu antecessor será na forma de atuação, estimulando as pequenas e médias empresas, aumentando os recursos para as cooperativas de crédito, implementando as parcerias público-privadas e ao mesmo tempo incentivando os grandes projetos estruturais.Leia maisMorre o economista Celso FurtadoUm economista respeitado no mundoPara o PT, Furtado será referência para desenvolvimentoTrabalho de Furtado criou legião de admiradores, diz PalocciLula diz que perde o amigo mas guardará os ideais de FurtadoDirceu diz que Lula irá ao enterro de Celso FurtadoAlckmin e Serra destacam a grandeza de Celso Furtado"Vai ser duro", diz a viúva de Celso FurtadoSerra e Marta comparecem ao velório de Celso FurtadoPaís perde brasileiro com "B" maiúsculo, diz Carlos LessaLula não vai ao enterro de Celso Furtado no RioSuplicy e Mantega vão ao velório de Celso FurtadoFurtado influenciou "gerações e gerações", afirma Sarney

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.