Lessa diz que é do povão e acha Mantega um nacionalista

O presidente do BNDES, Carlos Lessa, disse hoje que seu sucessor no cargo, o ministro do Planejamento, Guido Mantega, "é também um nacionalista". Em solenidade de comemoração ao Dia da Bandeira, Lessa fez um rápido discurso em tom nacionalista e declarou-se "do povão apesar de ser da elite por família". "A única coisa que eu quero que digam quando eu me for deste mundo é que eu fui um brasileiro, alguém que dedica a vida à que esse País mostre ao mundo as possibilidades de uma civilização", disse.Ele ressaltou que o Brasil "ainda chegou lá", mas mostrou otimismo com o futuro. "Tenho certeza que essas meninas aqui vão viver em um País muito melhor do que eu vivi", afirmou, referindo-se à cinco meninas em média com 10 anos, estudantes de escolas públicas do Rio que participaram da solenidade. Lessa considerou o evento "muito, muito, muito emocionante". O militar aposentado Euclides Marinho deu a Lessa uma medalha de honra ao mérito e declarou que "todos que falam a verdade são punidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.