Lerner extingue sete secretarias

O governador do Paraná, Jaime Lerner (PFL), decidiu extinguir sete secretarias de governo. Segundo ele, o objetivo é diminuir as despesas. "As 15 secretarias que vão compor o novo organograma administrativo do Estado vão absorver todas as atividades das pastas que serão extintas", disse Lerner. Ele também estabeleceu a data de 11 de janeiro como limite para desincompatibilização de secretários, diretores de empresas públicas, membros de conselhos de administração e assessores que pretendem se candidatar a algum cargo eletivo.As secretarias que terão as atividades incorporadas a outras pastas são: Indústria, Comércio e Turismo; Emprego e Relações do Trabalho; Justiça; Integração Regional, Comunicação Social; Obras e Chefia de Gabinete. Os secretários que devem concorrer a cargos são Alceni Guerra (Casa Civil), Rafael Greca (Comunicação Social), Antonio Poloni (Agricultura), Eduardo Sciarra (Indústria e Comércio) e Nelson Justus (Transportes).Para a secretaria da Agricultura foi convidado o ex-ministro Deni Schwartz, enquanto o diretor-geral da Secretaria dos Transportes, Wilson Justus, passa a titular da pasta. O médico Luiz Carlos Sobania será o novo secretário da Saúde, no lugar de Armando Raggio, que deixa o governo para assumir um cargo internacional na área de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.