Lembo discute crise financeira da Fundação Zerbini

O governador Cláudio Lembo recebeu nesta terça-feira, no Palácio dos Bandeirantes, uma comissão de representantes do Instituto do Coração (Incor), do Hospital das Clínicas de São Paulo, para discutir a crise financeira da Fundação Zerbini, mantenedora do instituto. De acordo com o governo do Estado, a Zerbini tem uma dívida de R$ 230 milhões e há cerca de um mês tenta negociá-la com os credores. A comissão que participou da audiência solicitou ao governador que o Estado se responsabilize por parte do pagamento da dívida. "Toda a equipe médica do Incor esteve presente", comentou Lembo. "Fui informado sobre o trabalho de um administrador de empresas, que terá a função específica de analisar a situação da Zerbini".O governador disse também que está previsto para esta semana um encontro entre alguns dos representantes do Incor e da Zerbini com o secretário de Economia e Planejamento, Fernando Braga. "Vamos dialogar para vermos o que é possível fazer", disse.Em outubro, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiu antecipar a auditoria das finanças da Zerbini, que deveria ser realizada somente no ano que vem. A análise, no entanto, não está concluída, pois alguns documentos referentes ao período entre 1998 e 2006 deixaram de ser entregues. De acordo com despacho publicado no Diário Oficial da União, a entidade tem 15 dias para entregar os papéis e já se manifestou, dizendo que os entregará nesta quarta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.