Leia a íntegra dos discursos em homenagem a Mendes no STF

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) homenagearam nesta quarta-feira, 29, o presidente da Corte, Gilmar Mendes, que completou um ano de mandato na quinta-feira. A sessão plenária de hoje é a primeira depois do bate-boca entre Gilmar Mendes e o ministro Joaquim Barbosa, ocorrido na semana passada. O decano do STF, Celso de Mello, leu um discurso longo, com algumas lições de moral. Barbosa não estava presente na sessão.

da Redação,

29 de abril de 2009 | 18h04

 

Leia abaixo a íntegra dos discursos dos ministros em homenagem a Mendes:

 

Ministro Carlos Alberto Menezes Direito

 

Peço licença para subscrever inteiramente as belas palavras que foram pronunciadas pelo eminente ministro Celso de Mello, que é o decano da Corte, e que bem revelam o papel institucional desta Suprema Corte do Brasil, no sentido de garantir os direitos da cidadania e de prestar a jurisdição, com a consciência do seu dever de guarda dessa mesma Constituição. E renovo a Vossa Excelência meus votos de pleno êxito, de confiança, de respeito e de admiração pelo trabalho excepcional que Vossa Excelência vem realizando à frente do STF.

 

Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha

 

Senhor Presidente, quero tomar como minhas as palavras do eminente decano deste Tribunal.

 

Ministro Ricardo Lewandowski

 

Senhor Presidente, eu gostaria de cumprimentar o eminente ministro Celso de Mello pelo substancioso discurso de saudação que acaba de proferir, e aproveito o ensejo para cumprimentar Vossa Excelência, senhor Presidente, pelo aniversário de um ano de gestão à frente deste colendo STF, e auguro continuado sucesso no restante do mandato que ainda está por se seguir.

 

Ministro Eros Grau

 

Senhor Presidente, eu quero dizer que faço minhas as palavras de Celso de Mello. Sob a presidência de Vossa Excelência o Supremo tem sido um leal e fiel guardião da Constituição. Cumpre a sua função institucional. Vossa Excelência honra esta Corte.

 

Ministro Carlos Ayres Britto

 

Senhor Presidente, também cumprimento Vossa Excelência pela passagem de seu primeiro ano de administração judiciária, à frente, portanto, desta nossa casa de justiça. Vossa Excelência bem sequencia o excelente trabalho da ministra Ellen Gracie, que passou por aqui ensinando-nos a todos que é possível estruturar a justiça brasileira na perspectiva da modernidade, da racionalidade, da proximidade mais e mais com o jurisdicionado, e na guarda corajosa e fiel da Constituição brasileira. É impossível deixar de testemunhar, em Vossa Excelência, a convergência de virtudes excelsas, como a inteligência aguda, a fortíssima compleição intelectual - Vossa Excelência é um jurista consumado -, a dedicação, a verdadeira devoção ao trabalho. E tenho certeza de que Vossa Excelência saberá fazer uso de tantas virtudes para sequenciar esse trabalho que incumbe sobranceiramente, altivamente ao STF, de guardar a Constituição brasileira, e de projetar sobre ela, mais e mais, um olhar de reverência aos valores e interesses nela consagrados.

 

Ministra Ellen Gracie

 

Presidente, associo-me às palavras inicialmente proferidas pelo nosso decano, que não só por sua posição, mas também pela iniciativa fala em nome da Corte, para também augurar a Vossa Excelência a continuidade do sucesso.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Gilmar MendesJoaquim BarbosaSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.