LDO não tem chances de ser votada hoje, diz Ideli

A votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2010 no plenário do Congresso deve ser adiada, informou no começo da noite a líder do governo no Congresso, senadora Ideli Salvatti (PT-SC). "Não tem chances de a LDO ser votada hoje", afirmou. Ideli criticou a oposição, que, segundo ela, faz cada vez mais exigências. Primeiro, citou a senadora, exigiram que fosse instalada a CPI da Petrobras. "Agora, querem a instalação do Conselho de Ética e já estão dizendo que também querem a votação da medida provisória 460, que reduz tributos para as construtoras do programa habitacional Minha Casa e Minha Vida." Ela ironizou: "Daqui a pouco vão começar a exigir que cor de roupa a gente tem que vestir para poder votar".

MARCELO DE MORAES, Agencia Estado

14 de julho de 2009 | 19h45

Ideli Salvatti deu as declarações ao sair do gabinete do presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE). Ela tentava negociar uma saída para o impasse criado pelo DEM e o PSDB, que anunciaram estratégia para impedir a votação da LDO, ou obstruindo a sessão ou não dando quórum para a realização da sessão. A ação da oposição é uma reação à manobra do governo, desencadeada no início da tarde, que impediu a reunião do Conselho de Ética do Senado. Parlamentares do DEM identificam na manobra do governo uma tentativa de protelar ao máximo o exame pelo Conselho de Ética de denúncias contra o senador José Sarney (PMDB-AP). O líder do DEM no Senado, José Agripino (RN), afirmou: "Enquanto não houver presidência para o Conselho de Ética, os Democratas obstruirão todas as votações no Congresso".

Além do impasse com a oposição, a votação da LDO hoje enfrenta impasses técnicos. Ao defender o adiamento da sessão do Congresso, o vice-líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou: "Com tantos impasses técnicos no texto é difícil que a votação ocorra hoje". O deputado Marco Maia (PT-RS) chegou a abrir a sessão do Congresso no início da tarde de hoje. A sessão, no entanto, foi suspensa até que a Comissão Mista de Orçamento conclua a votação de créditos extraordinários e requerimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
LDOSenadovotação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.