LDO impede bloqueio de verbas em três áreas

O Congresso concluiu a votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2004. Os parlamentares rejeitaram o destaque apresentado pelo PFL, que previa um aumento real de 25% para o salário mínimo. O texto aprovado proíbe o contingenciamento de recursos destinados às áreas de saúde, educação e assistência social. O projeto será encaminhado agora à sanção presidencial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.