LDO aprovada sem emendas da oposição

O plenário do Congresso Nacional concluiu a votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2002. A oposição não conseguiu aprovar nenhuma das cinco emendas destacadas para votação em separado. O projeto segue agora para sanção presidencial. O presidente do Congresso, Jader Barbalho (PMDB-PA), convocou para as 19 horas de hoje uma outra sessão extraordinária, para a votação do projeto que traz alterações no Plano Plurianual de Investimentos de 2000 a 2003, e de nove projetos de créditos suplementares ao Orçamento deste ano, além de seis medidas provisórias. A única modificação no substitutivo do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2002, feita pelo plenário do Congresso Nacional, foi uma emenda da bancada ruralista, que já estava negociada com o governo. A emenda abre a possibilidade de renegociação das dívidas dos produtores rurais, mas sem estabelecer nenhum tipo de compromisso por parte do governo federal. A Câmara realiza sessão extraordinária, ainda nesta tarde, para eleger seus representantes na Comissão Representativa que estará de plantão no Congresso durante o recesso parlamentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.