Amanda Perobelli / Reuters
Amanda Perobelli / Reuters

Lava Jato 'infelizmente está sofrendo alguns reveses neste momento', diz Moro

Vídeo do ex-ministro foi exibido por movimento para acompanhar as carreatas realizadas em várias cidades para apoiar a operação

Marlla Sabino, O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2020 | 21h45

BRASÍLIA - O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro agradeceu neste domingo, 6, os manifestantes que participaram de carreata em apoio à Operação Lava Jato. Em vídeo gravado para o movimento Vem Pra Rua, o ex-juiz federal afirmou que a operação "infelizmente está sofrendo alguns reveses neste momento". 

"A Operação Lava Jato foi a maior operação anticorrupção da história do Brasil e infelizmente está sofrendo alguns reveses agora neste momento. Todo apoio é bem-vindo. Evidentemente, tudo isso faz parte de uma agenda maior anticorrupção, que precisa também de aprovações de lei no Congresso, como a PEC da segunda instância", disse. 

O vídeo foi exibido durante uma transmissão ao vivo do movimento para acompanhar as carreatas que aconteceram em várias cidades do País hoje.

(Assista partir dos 40 minutos e 20 segundos)

"Muito obrigada para aqueles que foram na rua, para aqueles que saíram em carreata. Sempre importante não ofender, não xingar, não usar mensagens de ódio, mas sim de apoio a fazer a coisa certa", disse. À tarde, o ex-ministro também compartilhou um vídeo com imagens de uma carreata nas redes sociais.

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, publicada neste domingo, Moro disse que  a continuidade e as condições de trabalho das forças-tarefa da Lava Jato estão "ameaçadas". A cúpula da Procuradoria-Geral da República (PGR) tem tentado enquadrar os procuradores de Curitiba, sob o discurso de que é preciso "corrigir rumos" e acabar com "caixas-pretas".

O ex-ministro da Secretaria de Governo general Santos Cruz também usou as redes sociais neste domingo para defender a Lava Jato. Pelo Twitter, ele afirmou que a operação "trouxe esperança de que era possível combater a corrupção no Brasil".

"A percepção de enfraquecimento da Lava Jato é motivo de desilusão e decepção. O combate à corrupção e à fraude é fundamental ao Brasil. Infelizmente, o momento é de descrença. Nada de Novo no Front", escreveu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.