Laudo confirma que piloto morreu afogado

O laudo da necropsia feito pelo Instituto Médico de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, apontou que a causa da morte do piloto Ronaldo Jorge Ribeiro foi afogamento. De acordo com o exame nenhum hematoma foi encontrado no corpo do piloto do helicóptero do Grupo Pão de Açúcar, que caiu na sexta-feira. Equipes de salvamento continuam as buscas pelo corpo da modelo Fernanda Vogel.O inquérito que investiga o acidente com o helicóptero já foi aberto na delegacia de São Sebastião e seis pessoas foram ouvidas até agora, entre elas Reinaldo Ribeiro, irmão do piloto morto. Outras 15 pessoas vão ser intimadas a partir de hoje. O depoimento do empresário João Paulo Diniz ainda não foi marcado e pode ser feito em São Paulo.Hoje o trabalho do Corpo de Bombeiros começou às 7 horas e com reforços. Do Guarujá e de Santos vieram botes, equipamentos de mergulho e dez homens especializados em resgate. Os bombeiros estão fazendo as buscas numa área de 300 quilômetros quadrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.