Landim falta à diplomação de deputados eleitos

O deputado federal reeleito Pinheiro Landim (PMDB-CE) foi o único a não comparecer à solenidade de diplomação dos eleitos em outubro, nesta quarta-feira no Centro de Convenções Edson Queiroz, em Fortaleza. Landim é acusado de beneficiar traficantes com venda de habeas-corpus. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador José Mauri Moura Rocha, afirmou que o não comparecimento de Landim não representa problema para ele tomar posse dia 1º de fevereiro de 2003 para seu quarto mandato consecutivo de deputado federal. ?A diplomação é apenas uma formalidade?, disse o desembargador. Landim vai responder a processo aberto na Câmara dos Deputados que pode culminar com sua cassação por falta de decoro parlamentar. O deputado cearense não quer falar sobre o assunto e está constituindo uma banca de advogados para defendê-lo. O tráfico e suas conexões

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.