Lançamento de Aldo à reeleição será na próxima semana

O lançamento da candidatura à reeleição do atual presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que seria feito esta semana por um grupo suprapartidário, foi adiado para a próxima. "Nós decidimos deixar este lançamento para quarta-feira da semana que vem para conversarmos com PT, PMDB, PSDB, e tentarmos fechar uma candidatura única da base até lá", resumiu nesta terça o deputado Renato Casagrande (PSB-ES), que está à frente dessa articulação. Casagrande disse que o grupo suprapartidário, que inclui também deputados do PFL, PP e PL, considera a candidatura Aldo como um ponto de equilíbrio da coalizão em torno do governo Lula na Câmara. "A tese do equilíbrio da coalizão é muito importante. Com PMDB nas presidências da Câmara e Senado, o jogo de composição da coalizão fica desequilibrado", afirmou. O PMDB também adiou para esta quarta-feira a reunião que escolherá o candidato do partido à presidência da Câmara. Por enquanto, concorrem dois nomes: o do baiano Geddel Vieira Lima e o do cearense Eunício Oliveira. O presidente do partido, deputado Michel Temer, chegou a surgir como opção, o que o deputado nega. Mas já há um movimento na bancada para que a indicação do nome também seja adiada em favor de uma costura política em torno de um candidato único.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.