Lançada campanha para combater o racismo

Quarenta organizações não-governamentais, capitaneadas pelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e integrantes da rede Diálogos contra o racismo, lançaram hoje a campanha nacional "Onde você guarda o seu racismo?", com o objetivo de incentivar as pessoas a identificarem o próprio preconceito e se livrarem dele. A campanha inclui comerciais para a tevê, outdoors, e cartazes. "Racismo é racismo em qualquer situação, dissimulado ou não. E o Brasil é um País racista. Essa campanha nos coloca numa situação direta e eu acredito na força da imagem como convite à reflexão", disse a ministra Matilde Ribeiro, da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, que esteve no lançamento.Os comerciais, que vão ao ar a partir do mês que vem, inicialmente na Rede Globo, mostram as respostas que as pessoas dão à pergunta da campanha. Foram entrevistadas 330 pessoas. "Não sou racista, mas a sociedade me obriga a ser", afirma um dos entrevistados. Cada comercial é encerrado com a frase "jogue fora o seu racismo". "O racismo está na nossa linguagem, na nossa forma de pensar. Mas é importante lembrar a dor que o racismo produz e pensar como ele pode ser a causa da violência que a gente vive", disse a publicitária Nádia Rebouças, diretora da agência Rebouças e Associados, que fez a campanha voluntariamente.A intenção de Nádia é que a campanha tenha desdobramentos, seja discutida em empresas e escolas. Para isso foram produzidos mais dois cartazes. Um deles mostra uma criança e a pergunta "O que você fala para seus filhos sobre o seu racismo?". O outro é um desafio: "Imagine uma pessoa importante, linda, culta e elegante. Você não pensou em alguém negro, pensou?".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.