Lançada 1ª rede de bancos de sangue de cordão umbilical

O ministro da Saúde, Humberto Costa, lançou nesta sexta-feira, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo a Rede Pública de Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (Brasilcord), a primeira do País. Com a implantação da rede, cerca de quatro mil cordões umbilicais devem ser coletados por ano. Um dos destinos do material é o uso em transplantes de medula óssea. O Brasilcord é composto por 10 bancos públicos de cordão umbilical e placentário. À tarde, Costa inaugura em Pernambuco o Programa de Reestruturação dos Hospitais de Ensino no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). A solenidade acontece, às 16 horas, no auditório Alice Figueira, do Instituto Materno-Infantil, em Recife.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.