Ladrões roubam parte de arquivos da Câmara de Salvador

Computadores, documentos oficiais de servidores e prestadores de serviços e contratos foram furtados no fim de semana de áreas administrativas da Câmara de Salvador. Uma das salas é do departamento de recursos humanos. O sumiço dos materiais foi notado apenas na manhã de hoje. Ainda não há suspeitos para o crime, mas, segundo o presidente da Casa, vereador Alan Sanches (PMDB), a principal suspeita é que o furto tenha sido premeditado e os responsáveis estivessem interessados apenas em informações.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

06 de julho de 2009 | 18h19

"O valor dos equipamentos levados é baixo e os criminosos deixaram para trás itens mais valiosos, como laptops e telas de LCD", afirma. "Além disso, eles agiram em duas salas apenas, em dois prédios diferentes." De acordo com Sanches, os prejuízos estão sendo levantados, mas há cópias da maioria das informações furtadas em outros locais e computadores.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmara de VereadoresSalvadorroubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.