Ladrões roubam computadores da sede do PV de SP

A sede do PV de São Paulo, localizada na Vila Mariana, zona sul da cidade, foi roubada na madrugada de hoje. Conforme a secretária de Comunicação do partido, Mara Prado, os ladrões levaram cinco CPUs, o notebook do presidente do partido, Maurício Brusadim, alguns monitores de computadores e um aparelho de TV.

NIZA SOUZA, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 14h57

"Os ladrões arrombaram duas portas reforçadas, provavelmente com um pé de cabra, destruíram o sistema de alarme e foram direito para as salas da administração e do presidente, onde roubaram as máquinas", disse Mara.

De acordo com ela, o imóvel possui um segundo alarme, que foi acionado e chamou a atenção dos moradores da região. "Uma vizinha disse ter visto quatro homens saindo em um carro." Para os dirigentes do PV, o furto pode ter tido motivação política.

"A impressão é que eles conheciam a sede e sabiam o que queriam roubar. As máquinas roubadas tinham informações importantes da parte financeira, administrativa e política do partido. O notebook do presidente tinha informações importantes da campanha nacional da candidata Marina", afirmou.

Mara disse ainda que alguns armários de documentos foram revirados, mas ainda não é possível saber se algo foi levado. O boletim vai ser registrado no 36º Distrito Policial (DP).

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010PVroubosedeSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.