Ladrões cavam túnel até depósito da Receita

A Polícia Federal investiga o roubo de produtos guardados em um depósito da Receita Federal em Maringá, no norte do Paraná. Os ladrões entraram no depósito depois de fazerem um túnel, que permite a passagem de uma pessoa de estatura média, em pé e com os braços abertos. Ainda não se sabe o volume e o valor das mercadorias roubadas. O roubo foi descoberto segunda-feira. O depósito, com cerca de mil metros quadrados de construção, fica no centro da cidade. Em novembro do ano passado, a quadrilha instalou-se em uma pequena construção a cerca de um metro do muro do terreno da Receita Federal, como se fossem proprietários de uma transportadora, embora nada identificasse a casa como tal. Pelo menos duas pessoas e caminhões teriam sido vistos por ali, durante esse período. De dentro da casa, que tem cerca de 15 metros quadrados, foi feito um túnel, a cinco metros de profundidade, até o depósito, que fica a aproximadamente um metro e meio do muro. No depósito, há diversos tipos de mercadorias que foram apreendidas de contrabandistas, como aparelhos eletroeletrônicos e de informática, brinquedos, bebidas e cigarros. A segurança do local é feita por dois guardas que, a cada meia hora, dão uma volta pelo depósito, mas eles não têm acesso ao interior, onde também não há alarme. Em frente à casa onde a quadrilha trabalhava foi colocado um tapume, que dificultava a visão do que acontecia dentro. O movimento de entrada e saída era feito pelos fundos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.