Lacrado computador da empresa que explora jogo on line no Rio

Por ordem da Justiça Federal, foi lacrada o computador central da empresa Combralog, que explora jogos on line no Rio de Janeiro, por concessão da Loterj, em contrato assinado pelos ex-assessor da Casa Civil Waldomiro Diniz, que presidiu o órgão durante os governos Anthony Garotinho (PMDB) e Benedita da Silva (PT).A ação aconteceu no início da noite desta segunda-feira em cumprimento de ordem dada pela Procuradoria-Geral da República, em Brasília, e corre em sigilo de Justiça. Não há dados precisos sobre o número de máquinas de jogos on line que eram operados a partir do computador da Combralog.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.