Lacerda não confirma participação em debate na Bandeirantes

Dos nove concorrentes ao cargo de prefeito de BH, apenas o candidato do PT do B disse que não participará

Eduardo Kattah, da Agência Estado,

30 Julho 2008 | 18h41

O candidato do PSB à prefeitura de Belo Horizonte Márcio Lacerda não confirmou presença no primeiro debate da sucessão municipal, que será realizado na noite de quinta-feira, 31, pela TV Bandeirantes. De acordo com a emissora, dos nove concorrentes ao cargo de prefeito da capital mineira, apenas o candidato do PT do B, André Alves, informou que não participará.   Veja também: Especial: corrida nas capitais   Lacerda, que encabeça uma ampla coligação de partidos e conta com o apoio do governador Aécio Neves (PSDB) e do prefeito Fernando Pimentel (PT), só deverá decidir horas antes se comparece ou não ao debate.   "O pessoal de estratégia da campanha e eu vamos tomar essa decisão amanhã. Estou preparado, embora debate com oito participantes não é muito produtivo", disse Lacerda ao Estado.   Conforme a Bandeirantes, os outros sete candidatos - Jô Moraes (PC do B), Leonardo Quintão (PMDB), Sérgio Miranda (PDT), Vanessa Portugal (PSTU), Jorge Periquito (PRTB), Gustavo Valadares (DEM) e Pedro Paulo (PCO) - confirmaram presença.   Embora a campanha de Lacerda considere o candidato ainda um desconhecido perante a população, que necessita "mostrar a cara", a preocupação é que ele possa se tornar o principal alvo dos adversários. Na última pesquisa do Ibope, Lacerda aparece em terceiro lugar, com 8% da preferência do eleitorado. A candidata do PC do B lidera com 17%, seguida por Quintão, com 14%.   Pelas regras do debate, não há prazo prévio para a confirmação de presença. Na falta ou desistência de algum convidado, o debate será realizado e a cadeira destinada ao candidato ausente será mantida vazia no estúdio.

Mais conteúdo sobre:
Eleições municipais 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.