Lacerda: Copa serviu para projetos serem acelerados

O prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda (PSB), disse há pouco que a escolha do Brasil para sediar a Copa do Mundo de Futebol - entre 12 de junho e 13 de julho - serviu para que os projetos de obras e melhorias tanto da capital mineira, que é uma das sedes do evento, quanto em outras capitais-sede no País, fossem adiantados, acelerados. "Serão benefícios permanentes para nossos moradores", enfatizou, reforçando que Belo Horizonte foi a primeira capital-sede que assinou as matrizes de responsabilidades para a Copa, em janeiro de 2010, para garantir os recursos federais para as obras e ações necessárias para recepcionar o evento.

SUZANA INHESTA, Agência Estado

08 Junho 2014 | 13h13

Segundo ele, o Centro de Operações da Prefeitura (COP-BH) é um espaço de integração da iniciativa de diversos setores do País, incluindo a esfera municipal, estadual e federal. O complexo recebeu investimentos de R$ 31,6 milhões para obras de modernização, sendo R$ 30 milhões em financiamento público com juros subsidiados. "Isso é resultado da característica da capital mineira: comprometimento de todos com o que é coletivo", ressaltou.

Lacerda falou estar "ansioso" para a Copa, mas que a capital mineira mostrará a "capacidade de receber e muito bem". A capital mineira receberá seis jogos da Copa, o primeiro será no próximo sábado, dia 14, entre Colômbia e Grécia. Será sede também de jogos das oitavas de final e semifinal. As seleções do Chile, da Argentina e do Uruguai se hospedarão na cidade-sede.

O prefeito participa da inauguração do Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte (COP-BH), que faz parte das obras do PAC2, com a presença da presidente Dilma Rousseff, do ministro da Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, do ministro da Saúde, Arthur Chioro, entre outras autoridades. Dilma, que foi recebida com muitos aplausos vai anunciar também a doação de 19 ambulâncias para expansão do SAMU 192 de Minas Gerais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.