Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Laboratório indenizará mulher que tomou pílulas de farinha

A Schering do Brasil foi condenada hoje pelo Tribunal de Justiça, por unanimidade, a pagar a dona de casa Maria de Fátima Silva de Oliveira uma indenização de R$ 100 mil por danos morais e mais R$ 100 mil por danos materiais. Ela engravidou em junho de l998 enquanto tomava o anticoncepcional Microvilar.Foi constatado que o medicamento não tinha princípio ativo e tratava-se apenas de pílulas de farinha fabricadas para testes de uma máquina de embalagens e lançadas no mercado por um descuido do laboratório. O relator do processo, desembargador Marcos César, disse ser "exuberante a demonstração da falha" da Schering. A Schering pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.