Laboratório alerta para efeitos do remédio Celebra no coração

A empresa farmacêutica norte-americana Pfizer informou hoje que recebeu informações de que o antiinflamatório Celebra pode provocar problemas no coração. Ela não informou se o remédio será retirado do mercado. As ações da empresa estão em forte queda na bolsa de Nova York. Chegaram a registrar desvalorização de 20%.Após análises de dois testes de longo prazo em pacientes com câncer, a Pfizer informou que um deles demonstrou um aumento do risco cardiovascular em pacientes que ingeriram o Celebra, na comparação com os usuários de um placebo. O outro estudo não mostrou os mesmos riscos. Todos os inibidores de Cox-2, como o Celebra, têm sido alvo de investigação das autoridades após a Merck ter retirado o Vioxx do mercado. Estudos mostraram que o Vioxx, após dezoito meses de uso, dobrava o risco de ataques cardíacos e derrames, na comparação com pessoas que ingeriram uma pílula de açúcar.O caso despertou pressões de pacientes e médicos sobre a necessidade de se realizar estudos sobre os riscos de outros medicamentos inibidores de Cox-2. A Cox-2 é uma enzima associada ao processo inflamatório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.