André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Kátia Abreu se recusa a responder se permanece no governo

Questionada pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) na Comissão Especial, ministra afirmou que era um assunto de foro pessoal

Bernardo Caram e Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2016 | 13h54

BRASÍLIA - De maneira exaltada, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), disse nesta sexta-feira, 29, que não responderia se vai continuar no governo. Em resposta ao senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), na Comissão Especial do impeachment no Senado, a peemedebista disse que não falaria sobre assuntos de foro pessoal.

Kátia, que está na linha de frente de defesa da presidente Dilma Rousseff (PT), lembrou que Caiado foi contrário ao impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello (PRN) e que, mesmo assim, ela o respeitou e não questionou sua decisão.

“Não permito a ousadia de questionar minhas atitudes pessoais”, disse a ministra.

Além de Kátia, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e o Advogado-Geral da União, José Eduardo Cardozo, prestaram esclarecimentos à comissão sobre fatos abordados na denúncia que pede o afastamento de Dilma. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.