Kassab visita convenção do PSB

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, negou há pouco que a sua visita à convenção no Partido Socialista Brasileiro (PSB), que acontece na Assembleia Legislativa de São Paulo, seja um cortejo com vistas a um apoio ou mesmo à formação de uma cabeça de chapa para a eleição municipal de 2012. De acordo com ele, "é muito cedo para se pensar na eleição" porque isso poderia, inclusive, provocar uma perda da qualidade da gestão à frente da prefeitura de São Paulo.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agência Estado

29 de outubro de 2011 | 11h24

"Estamos aqui homenageando a convenção do PSB e trazendo o nosso abraço aos seus dirigentes. Qualquer discussão em relação às eleições do ano que vem é prematura", disse Kassab.

Segundo ele, o objetivo da sua legenda, o Partido Social Democrático (PSD), é primeiro iniciar os entendimentos internos. "Os entendimentos externos, só a partir de março do ano que vem", afirmou. Kassab disse ainda que "não tem nenhum sentido antecipar o calendário, até porque, temos hoje a responsabilidade de fazer a gestão da cidade de São Paulo". O prefeito reiterou que a sua visita à convenção do PSB não é questão eleitoral e sim política.

Tudo o que sabemos sobre:
KassabPSBPSDconvenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.