Kassab parabeniza PF e diz que não sofreu chantagem

Segundo revelou o 'Estado', e-mails trocados por integrantes quadrilha tinham cópia de faturas do telefone do prefeito de SP

Eduardo Bresciani, O Estado de S. Paulo

27 de novembro de 2012 | 11h31

BRASÍLIA - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD-SP), parabenizou nesta terça-feira, 27, a Polícia Federal pela Operação Durkheim que desmontou uma organização criminosa de espionagem. Kassab foi um dos alvos da quadrilha, mas disse não ter sofrido qualquer chantagem. Ele está em Brasília para uma cerimônia na Câmara dos Deputados que comemora um ano do registro pela justiça eleitoral do PSD, partido que preside.

"Quero cumprimentar a Polícia Federal pelo trabalho. Tomei conhecimento pelo jornal O Estado de São Paulo e não tenho nenhuma preocupação porque não faço nada de errado na minha vida. Quero dar parabéns à Polícia Federal", disse Kassab. "Não tenho porque ser chantageado", completou.

Segundo revelou o Estado, e-mails trocados por integrantes da organização criminosa continham cópia de faturas do telefone do prefeito de São Paulo. As duas faturas constavam de e-mail do dia 7 de agosto deste ano. Um dos arapongas chegou a manifestar temor na conversa pelo fato de o registro telefônico violado ser de Kassab.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.