''Kassab não segura uma crise''

No último dia de campanha, Marta Suplicy encontrou novo mote para desqualificar o prefeito Gilberto Kassab (DEM): a crise financeira mundial. "Se tiver uma crise, uma situação complicada internacional, Kassab não segura", afirmou Marta, ontem, pouco antes de comandar, sob chuva, carreata na zona leste. "São Paulo precisa de alguém de pulso, alguém firme para administrar." A petista fez carreata também na zona sul.Ao ser lembrada de que os tucanos também usavam esse discurso contra o então candidato Lula na eleição presidencial de 2002, Marta disse que a situação é diferente. "Lula segura. Kassab é uma enganação", insistiu. A petista não explicou por que Kassab seria incapaz de administrar crises. "Quem viu o debate de ontem sabe. Ele começou a desmontar e eu fiquei preocupada."Marta afirmou que só decidiu exibir no último dia do horário eleitoral as imagens em que Kassab expulsa um publicitário de uma unidade de saúde, aos gritos de "vagabundo", para provar a "falsidade" do prefeito. Não disse, porém, que o DEM não teria mais como revidar.

VERA ROSA e CLARISSA OLIVEIRA, O Estadao de S.Paulo

25 de outubro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.