Kassab lança PSD na segunda-feira

Grupo ligado ao prefeito paulista diz que 10 deputados federais irão migrar para a nova legenda

Julia Duailibi

18 de março de 2011 | 16h16

Em ato na Assembleia Legislativa na segunda-feira, 21, às 12:30, o prefeito paulistano, Gilberto Kassab (DEM), anuncia a criação do PSD (Partido Social Democrático). Será feita uma entrevista para a imprensa e a leitura de um manifesto de lançamento da sigla.

 

Acompanham o prefeito no ato o vice-governador Guilherme Afif Domingos (DEM), o secretário de Negócios Jurídicos, Cláudio Lembo, deputados federais e prefeitos.

 

Nas contas do grupo ligado a Kassab, migram para a nova legenda nas próximas três semanas cerca de dez deputados federais. Também são esperados para ingressar nas fileiras do partido os prefeitos de Itu, Herculano Castilho Passos Júnior (PV), de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli (DEM), e de Ribeirão Preto, Dárcy Veras (DEM) - apesar de o grupo de Kassab contar com a vinda da prefeita, ela tem emitido sinais de que ainda não decidiu o futuro político.

 

Há também a expectativa de que os deputados Arnaldo Jardim e Dimas Ramalho, ambos do PPS, entrem na nova legenda.

 

Conforme revelou o Estado na última terça-feira, os planos de fusão com o PSB ou PMDB estão fora da pauta no momento. O PSD buscará as legendas para se coligar na eleição de 2012 e, assim, contar com tempo de TV na campanha eleitoral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.