Kassab: indícios de propina a secretário não procedem

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse hoje que os indícios de propina recebida pelo secretário municipal de Habitação, Elton Zacarias, não procedem. "Ele é uma pessoa correta e íntegra. Com certeza é um equívoco que será corrigido. Ele tem a minha confiança", afirmou antes de evento de inauguração do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), em Heliópolis, na capital paulista.

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

09 de dezembro de 2009 | 18h19

Dados apreendidos pela Operação Castelo de Areia da Polícia Federal apontam para indícios de pagamento de R$ 1 milhão ao secretário pela construtora Camargo Corrêa, de acordo com matéria do jornal Folha de S.Paulo. A Procuradoria da República em São Paulo enviou requerimentos à Procuradoria Geral da República e à Procuradoria-Geral de Justiça para que sejam aprofundadas as investigações em relação a Zacarias e outros parlamentares envolvidos. O secretário está em férias e, quando voltar, terá o cargo garantido, afirmou Kassab.

Tudo o que sabemos sobre:
Gilberto KassabpropinaElton Zacarias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.