Kassab evita atritos e diz manter boa relação com Lula

O prefeito Gilberto Kassab, que é filiado ao DEM e desenvolve sua campanha pela reeleição com constante ataques à petista Marta Suplicy, do PT, disse hoje que não se sentiu atingido pelas críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - que chamou seu adversários políticos de "hipócritas" e "oportunistas". "Lula não se referiu a nós", disse o prefeito. "Estou muito tranqüilo, porque minha relação com o presidente é bastante cordial e cooperativa."Kassab fez o comentário em entrevista coletiva, logo após participar de evento esportivo, no Parque do Ibirapuera, na Zona Sul da capital paulista.Mesmo diante da insistência dos repórteres, que lembraram que Lula referiu-se diretamente ao DEM e ainda acusou os adversários da ex-prefeita Marta de copiarem as propostas que ela apresenta, Kassab não quis alimentar a polêmica. "Nossa relação com o governo do Estado e o governo federal é a melhor possível - com muita cooperação - e continuará sendo assim", insistiu. "O importante numa campanha é apresentar propostas e realizações. E as nossas realizações foram inúmeras. O eleitor quer propostas e nós não vamos nos desviar desse rumo na campanha."À tarde, em outro evento no qual participou como prefeito e não como candidato, dessa vez no Parque do Carmo, na Zona Leste, Kassab voltou a dizer que as críticas de Lula não se aplicam a São Paulo. Mas dessa vez não deixou de lembrar que ele e o presidente estão em palanques diferentes: "Nossa relação é muito madura. Estamos todos conscientes de que ele está em um palanque e nós em outro, mas mantendo boas relações pessoais e administrativas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.