Kassab e Campos articulam ação conjunta no Congresso

Parceria é vista como o primeiro passo de PSD e PSB para uma dobradinha eleitoral

Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2011 | 21h56

Os presidentes do PSD, Gilberto Kassab, e do PSB, Eduardo Campos, encontraram-se em Brasília nesta segunda-feira, 31, após a posse do novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PCdoB). Os dois definiram a ação conjunta das bancadas de seus partidos no Congresso: votarão com o governo a favor da prorrogação da DRU (Desvinculação das Receitas da União).

 

A parceria é vista como o primeiro passo das duas legendas para uma dobradinha eleitoral. Desde o final do ano passado, o prefeito paulistano e o governador de Pernambuco mantém conversas políticas. Chegaram até a discutir a fusão do novo partido, criado por Kassab, com o PSB, proposta que depois acabou na geladeira.

 

Os dois articulam agora coligações pelo País na eleição de 2012, principalmente na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Kassab quer o apoio do PSB ao candidato que lançará para concorrer à sua sucessão, mas conta com a concorrência do PSDB, que também articula uma aliança com a legenda de Campos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.