Kassab diz que será candidato se for escolhido pelo PSD

O ex-prefeito de São Paulo e presidente do PSD, Gilberto Kassab, comentou nesta segunda-feira, 4, sobre a possibilidade de ser o candidato do partido na disputa pelo governo de São Paulo em 2014. "Caminha para isso. Está caminhando para isso", disse. Segundo ele, o diretório estadual começará no próximo sábado, 9, os trabalhos para a definição do candidato que concorrerá ao governo paulista.

CARLA ARAÚJO, Agência Estado

04 de novembro de 2013 | 19h41

"O trabalho se inicia nesse sábado. Ele será coordenado pelo PSD Mulher, que é comandado pela Alda Marco Antonio", disse. Segundo Kassab, a meta é percorrer as 43 regiões de governo do Estado. "Vai começar em Campinas, nesse sábado", reforçou. Os encontros com membros do PSD terão como objetivo coletar as opiniões em relação à candidatura. "No caso do meu nome ser escolhido, eu serei o candidato", disse o ex-prefeito.

De acordo com o coordenador político da região de Campinas, o deputado Guilherme Campos, a candidatura própria é uma tendência natural do partido. "Temos um nome de peso, representativo e competitivo", afirmou, em referência ao atual presidente da sigla. Campos negou que as investigações que acontecem em relação a servidores da gestão Kassab possam atrapalhar os trabalhos pré-eleitorais. "Não tem nenhum motivo para estar se escondendo. É muito mais as pessoas querendo que o PSD esteja no foco, mas a investigação começou no final da administração do Gilberto Kassab, ela continuou e agora tem o resultado", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Kassabeleições 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.