Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Justiça transfere presos na Operação Carranca para a PF

Pedido de transferência foi feito depois que polícia encontrou nas celas telefone celular e computador

Da Redação,

21 de fevereiro de 2008 | 10h23

Três presos na Operação Carranca serão transferidos do Presídio Estadual Baldomero Cavalcanti, em Alagoas, para a carceragem da Polícia Federal (PF). O pedido de transferência foi feito depois que a PF encontrou nas celas dos detentos telefone celular, chips e carregador, além de um computador portátil e vários pen drives.  Os presos transferidos são o empresário da construção civil e ex-prefeito de Traipu, Marcos Antônio dos Santos, o filho dele, o engenheiro Marcos Douglas Medeiros Santos, além do empreiteiro e presidente da Câmara Municipal de Palmeira dos Índios, Denilval Basílio da Silva, o Val Basílio. "Graças a seu poder financeiro, os presos estavam obtendo regalias para continuar a prática criminosa", observaram os procuradores no pedido de transferência.  Operação Carranca  Em outubro de 2007, a polícia prendeu vários políticos e empreiteiros acusados de desvio de recursos federais destinados a realização de obras públicas, por meio de fraude ao processo de licitação e contratação de "empresas laranjas". O prejuízo com as fraudes chegou a R$ 20 milhões. Entre as prefeituras investigadas estava Murici, cujo prefeito é Renan Calheiros Filho, filho do senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Tudo o que sabemos sobre:
Operação Carrancatransferência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.