Justiça suspende spots de PRB e PPS

A Justiça Eleitoral determinou a suspensão de peças de propaganda de Celso Russomanno (PRB) e Soninha (PPS) na TV. Eles deverão tirar do ar inserções em que os candidatos aparecem em imagens captadas fora de estúdio, o que é proibido.

Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 09h53

A ação contra Russomanno foi proposta pela equipe de José Serra (PSDB) e a representação contra Soninha partiu da campanha de Fernando Haddad (PT).

A Justiça mandou suspender ainda a veiculação de uma propaganda de Russomanno no rádio. Na peça, são apresentados dados de uma pesquisa de intenção de voto sem os dados de seu registro, como manda a lei. A ação também foi proposta pela equipe de advogados do PSDB. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPPRBPPS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.