Justiça proíbe PT de fazer campanha para PCdoB em Fortaleza

Foi inútil o esforço do ministro-chefe da Casa Civil, em apoio ao candidato do PCdoB, deputado Inácio Arruda, à Prefeitura de Fortaleza. Como o PT tem nome próprio na disputa, a deputada estadual Luizianne Lins, a Justiça Eleitoral proibiu a divulgação de qualquer material de campanha que ligue o PT à candidatura do deputado federal Inácio Arruda (PCdoB), na corrida pela Prefeitura de Fortaleza. Também foram proibidas as inserções com participação de petistas no programa do horário eleitoral gratuito do candidato do PCdoB. A liminar - assinada pelo juiz Wilton Machado Carneiro, da 1ª Zona Eleitoral - estabelece multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento. A decisão foi baseada na resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que diz: "Os partidos e seus candidatos não podem pedir votos para candidatos de outros partidos ou coligações em seus programas de rádio e televisão, nem nos espaços que lhe são reservados para a propaganda por meio de outdoors ou em material impresso às suas custas". Há uma semana, o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, esteve em Fortaleza para aderir ao movimento "Sou PT, voto Inácio", criado por membros do PT contrários à candidatura de Luizianne Lins. O movimento é integrado pelo deputado estadual José Nobre Guimarães, irmão do presidente nacional do PT, José Genoino, e prega voto útil ao único candidato de esquerda que, segundo pesquisas de intenção de voto, com chances de ir para o segundo turno em Fortaleza. As imagens do apoio de Dirceu estavam sendo veiculadas nos programas do PCdoB. Nesta sexta-feira, a sede do comitê do movimento petista pró-Inácio foi fechada.Também hoje, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, esteve na capital cearense prestando "solidariedade" à candidatura de Luizianne. Ele minimizou a manifestação de apoio de Dirceu a Inácio Arruda. "É uma opção (a de Dirceu) individual. Não vejo nada demais nisso", comentou, durante coletiva na sede do comitê.O coordenador da campanha petista, deputado federal João Alfredo (PT-CE), anunciou para a próxima semana o desembarque de uma "caravana de deputados federais petistas" no Ceará como resposta ao tratamento que a cúpula nacional do partido tem dado à campanha de Luizianne Lins. A caravana será comandada, segundo João Alfredo, por Ivan Valente (SP) e Chico Alencar (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.