Justiça proíbe Maluf de usar ''relaxa e goza'' na TV

A Justiça Eleitoral concedeu liminar determinando que o candidato do PP à Prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf, retire do ar propaganda gratuita de rádio e TV que mostra a voz da ex-prefeita e candidata do PT, Marta Suplicy, sugerindo à população relaxar e gozar. A declaração foi feita por Marta no ano passado, em meio à crise do setor aéreo. A frase, porém, foi utilizada por Maluf em publicidade que abordava problemas na área da saúde.A decisão de proibir a veiculação da propaganda foi tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a partir de representação do PT. Na avaliação de estrategistas de campanha, Maluf acabou prestando serviço à própria petista ao utilizar a gafe fora do contexto, por meio de trucagem, e com o objetivo de degradar a adversária. Na avaliação de um marqueteiro, feita antes mesmo da decisão do TRE, se alguém pensava em usar esse episódio na campanha contra Marta, agora ficou impedido. A assessoria de Maluf informou ontem à noite que vai recorrer da decisão, tomada pelo juiz Claudio Luiz Bueno de Godoy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.