Justiça nega candidatura de suposto chefe de milícia no Rio

Nadinho de Rio das Pedras disse que vai recorrer; ele também é acusado de participar de morte de inspetor

Talita Figueiredo, de O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2008 | 19h41

A juíza da 228ª zona eleitoral, Ana Lúcia Vieira do Carmo, indeferiu nesta segunda-feira, 4, o registro da candidatura à reeleição do vereador Josinaldo Francisco da Cruz, o Nadinho de Rio das Pedras (DEM). Ele é investigado por supostamente chefiar a quadrilha de milicianos em Rio das Pedras, em Jacarepaguá (zona oeste), e por supostamente ter participado da morte do inspetor Félix Tostes, no ano passado.   Veja Também: Relatório aponta 171 comunidades dominadas por milícias no Estado   O vereador informou por meio de sua assessoria de imprensa que vai se reunir nesta segunda-feira com seus advogados e recorrer da decisão. Ele foi eleito pela primeira vez em 2004, com 34.764 votos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.