Justiça manda cortar ponto de fiscais agropecuários em greve

Servidores de 23 Estados retomou a paralisação no dia 28 de agosto; cerca de 3.500 fiscais estão parados

Fabíola Salvador

04 de setembro de 2007 | 20h08

 A juíza da 2ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, Neusa Maria Alves da Silva, determinou o corte de ponto dos fiscais federais agropecuários, categoria que retomou a greve no dia 28 de agosto. A decisão foi publicada no Diário da Justiça do dia 28, mas é retroativa a 18 de agosto. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa), fiscais de 23 Estados continuam com os braços cruzados. Representantes de quatro Estados não se manifestaram sobre a continuidade ou não da greve. A estimativa é que metade dos cerca de 3.500 fiscais esteja paralisada. A categoria é responsável pelo controle das cargas agrícolas que transitam nos portos, aeroportos e fronteiras do País.

Mais conteúdo sobre:
Fiscais agropecuáriosgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.