Justiça investiga distribuição de panetones no interior de São Paulo

Prefeito e vereador são candidatos à reeleição em Araçatuba; legislação permite propaganda somente a partir de julho

Chico Siqueira, especial para O Estado

10 de janeiro de 2012 | 16h49

O Ministério Público Eleitoral investiga o prefeito de Araçatuba (SP), Cido Sério (PT), e o vereador Cláudio Aparecido da Silva (PMN), por distribuírem milhares de panetones e santinhos em forma de calendários aos eleitores da periferia da cidade. Nos dias 30 e 31 de dezembro, cabos eleitorais dos dois políticos foram vistos entregando os panetones acompanhados de santinhos em forma de calendários com fotos dos dois políticos. O material era retirado de Kombis lotadas que circulavam pelos bairros da cidade. Alguns cabos eleitorais que faziam a entrega eram assessores do vereador que trabalham na Câmara de Araçatuba.

Nesta segunda-feira, 9, o promotor eleitoral Lindson Gimenes de Almeida abriu inquérito para apurar se a distribuição caracteriza crime de propaganda eleitoral antecipada, uma vez que os dois políticos são candidatos à reeleição em 7 de outubro e a legislação prevê que a campanha só poderá ser feita a partir de 6 de julho de 2013. Se a Justiça Eleitoral constatar crime eleitoral, os dois políticos podem ter o pedido de suas candidaturas impugnadas.

A assessoria do prefeito informou que a distribuição ocorreu por conta do vereador, mas que ele (prefeito) não vê qualquer problema na distribuição dos calendários com fotos e dos panetones, que é feita tradicionalmente pelo vereador nos finais de ano. A assessoria do vereador informou que ele está de férias no litoral e só vai falar sobre o assunto quando retornar à cidade, no dia 16 de janeiro.

Mais conteúdo sobre:
investigaçãopanetonesvereador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.