Justiça interroga Dantas e mais 2 denunciados por corrupção

Banqueiro foi preso na Operação Satiagraha; seu braço direito e outro suspeito de suborno também falam

01 de agosto de 2008 | 17h46

O sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, denunciado pelo Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) por corrupção ativa, será interrogado na próxima quinta-feira, 7, às 13 horas, pela Justiça paulista. Dantas e outros dois envolvidos com a acusação, Humberto José da Rocha Braz e Hugo Chicaroni, serão ouvidos pelo juiz Fausto Martin de Sanctis, da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo.   Veja também: Entenda como funcionava o esquema criminoso  TRF nega habeas-corpus e assessor de Dantas continua preso  As prisões de Daniel Dantas    O interrogatório de Chicaroni está marcado para às 13h da próxima terça-feira e o de Braz, para o mesmo horário, na quarta-feira. Os dois são apontados pelo MPF como os responsáveis por, a mando de Dantas, tentar subornar um delegado da Polícia Federal para que o nome do banqueiro fosse tirado das investigações da Operação Satiagraha.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação Satiagrahacaso Dantas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.