Justiça Federal de SP adia depoimento de Hugo Chicaroni

Lobista será interrogado no mesmo dia que o banqueiro Daniel Dantas - nesta quinta-feira, às 13 horas

Da Redação,

05 de agosto de 2008 | 09h44

O depoimento de Hugo Chicaroni à 6ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo, que aconteceria nesta terça-feira, 5, foi adiado pelo juiz Fausto Martin De Sanctis. Chicaroni será interrogado nesta quinta, mesmo dia em que será ouvido o banqueiro Daniel Dantas. Os dois foram presos durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Veja também:Entenda como funcionava o esquema criminoso As prisões de Daniel Dantas Chicaroni é acusado, juntamente com Humberto Braz, de tentar subornar um delegado da Polícia Federal para retirar o nome de Dantas e de familiares do banqueiro do inquérito. Braz será o primeiro a ser ouvido nesta semana. Seu interrogatório está marcado para as 13 horas desta quarta-feira.  No último dia 16, De Sanctis aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra os três réus pela prática do crime de corrupção ativa. Todos os depoimentos serão colhidos na 6 ª Vara Criminal, localizada na Alameda Ministro Rocha Azevedo, 25 - Bela Vista. A Operação Satiagraha levou à prisão Dantas, o megainvestidor Naji Nahas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta - todos três já soltos -, empresários e doleiros suspeitos de envolvimento em suposto esquema de desvio de recursos públicos, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.