Justiça ensinará PT a usar redes, diz vice do PSB

O vice na chapa de Marina Silva, deputado Beto Albuquerque (PSB) reagiu às declarações do presidente nacional do PT Rui Falcão, dizendo que, se a Justiça decidiu que o site Muda Mais deveria ser retirado do ar, é porque o pedido foi justo. Acompanhado da presidenciável Marina Silva que não deu entrevista para poupar a voz para o debate da CNBB pela TV Aparecida que começa logo mais, ele afirmou que pior foi o que fizeram com o site de sua coligação, numa referência às invasões. "Quando você tem a guarida da Justiça para enfrentar ataques abaixo da cintura, acho justo que se faça esta discussão."

ELIZABETH LOPES E CARLA ARAÚJO, Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2014 | 21h41

Ainda em uma resposta ao PT, Beto Albuquerque pediu que se acabe com atual clima de "baixaria e mentira" que toma conta do cenário político. Não estamos aqui para atacar ninguém e também não somos exterminadores do futuro. "Talvez a Justiça ajude o PT a se relacionar com os outros nas redes sociais", argumentou.

Em rápida entrevista, Albuquerque comentou ainda a pesquisa Ibope divulgada há pouco. Ele disse que a campanha recebeu os novos números com o pé no chão, mas classificou o cenários de bom. "Estamos contentes porque, com todos estes ataques absurdos que estamos sofrendo, estamos mostrando a fortaleza da sociedade brasileira que aposta na nossa campanha e que realmente quer mudanças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.