Justiça Eleitoral vai cancelar títulos eleitorais irregulares

Os eleitores que não votaram nas três últimas eleições e não justificaram a ausência terão seus títulos cancelados, caso não regularizem a situação até o dia 8 de maio. A Justiça Eleitoral lembra que cada turno é considerado uma eleição.Para não ter o título cancelado, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral onde está inscrito, levando documento de identidade, título de eleitor, comprovantes de votação ou justificação das últimas eleições. Através do site www.tse.gov.br ou da Central de Atendimento ao Eleitor na Capital (3277-1033, das 12h às 19h), é possível saber quais os títulos estão sujeito a cancelamento.Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral não poderá tirar documento de identidade ou passaporte, inscrever-se em concurso público, renovar matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino e obter empréstimos em caixas econômicas federais e estaduais, entre outros impedimentos. Segundo dados do TSE, 2,2 milhões de títulos estão em situação irregular em todo o País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.