Justiça Eleitoral multa a Rede Massa pelo segundo dia

A Justiça Eleitoral do Paraná multou nesta terça-feira, pela segunda vez consecutiva e pelo mesmo motivo, a Rede Massa, por privilegiar o proprietário da emissora, Ratinho Júnior (PSC), que é candidato à prefeitura de Curitiba e filho do apresentador Carlos Massa, o Ratinho. A multa foi fixada em R$ 85,2 mil e diz respeito à cobertura jornalística da emissora nos programas "Tribuna da Massa" e "Jornal da Massa", no dia 15. Nesta segunda-feira (22), a Justiça já havia penalizado a empresa com multa de R$ 42,5 mil. A denúncia foi feita pela coligação que apoia o candidato Gustavo Fruet (PDT).

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

23 de outubro de 2012 | 18h45

Segundo a juíza eleitoral Renata Estorilho Baganha, ocorre um comportamento "tendencioso" nos telejornais. "O ''Jornal da Massa'', programa matutino conduzido pelo jornalista Denian Couto e que conta com os comentários de Ogier Alberge Buchi, Ruth Bolognese e Paulo Martins, novamente direciona toda sua programação para atacar o Partido dos Trabalhadores e, diretamente, Gustavo Fruet", afirma.

A juíza também se refere ao programa "Tribuna da Massa": "...Durante aproximadamente cinco minutos veiculou apenas o apoio de Rafael Greca (ex-candidato) a Ratinho Júnior, totalmente em seu benefício. Essa veiculação se deu imediatamente antes do horário eleitoral gratuito, fazendo parecer que se trata de um prolongamento da propaganda eleitoral."

Sobre a multa de segunda-feira, a assessoria da emissora informou que vai protocolar recurso na 3.ª Zona Eleitoral. Em relação à segunda penalização, a empresa não havia se manifestado até as 18h30. Essa é a terceira vez que a empresa recebe multa da Justiça Eleitoral. Em setembro, a Rede Massa foi denunciada por supostamente favorecer Ratinho Júnior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.