Justiça Eleitoral é instituição mais confiável, diz pesquisa

A Justiça Eleitoral é a instituição mais confiável para a população brasileira, revelou uma pesquisa realizada após as eleições de 2006. O levantamento foi feito pelo Instituto Nexus - Centro de Informação Estratégica para avaliar a imagem da instituição e aferir a efetividade da campanha Vota Brasil 2006 - e divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa também atestou que a urna eletrônica é uma unanimidade nacional. A Justiça Eleitoral teve avaliação positiva por parte de 88,7% dos entrevistados. Além disso, 88% confiam totalmente ou em parte nos resultados da eleição, sendo que 53,5% confiam plenamente. No ranking das instituições, depois da Justiça Eleitoral, os mais confiáveis são o Poder Judiciário e o Governo Federal. A instituição também é vista como eficiente por 76,3% dos eleitores e ágil na apuração segundo outros 87,9% dos entrevistados. Além disso, 71,9% acham que a instituição presta serviços de qualidade. O levantamento apurou que 97,7% dos entrevistados aprovam a utilização da urna eletrônica nas eleições brasileiras. Outros 88% dos entrevistados afirmaram não ter enfrentado dificuldades na hora de votar. A pesquisa foi feita em 25 Estados e no Distrito Federal entre eleitores homens e mulheres com mais de 16 anos, no período de 28 de novembro a 3 de dezembro deste ano. Foram ouvidos 2001 eleitores. A margem de erro calculada pelo instituto é de 2,2% para o conjunto do País. Foram aplicados questionários pessoais, com perguntas abertas e fechadas. Do total de 2001 entrevistas, 196 foram aplicadas na região Norte, 502 no Nordeste, 193 no Centro-Oeste, 766 no Sudeste e 344 no Sul.

Agencia Estado,

15 Dezembro 2006 | 10h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.