Justiça eleitoral de Roraima tira do ar emissora de TV

A Justiça Eleitoral de Roraima tirou do ar a TV Ativa, canal 20, que retransmite a TV Gazeta, por descumprimento de decisão para abster-se de fazer propaganda positiva ou negativa contra ou a favor dos candidatos que concorrem ao governo do Estado, Neudo Campos (PP) e Anchieta Júnior (PSDB).

LOIDE GOMES, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 17h04

A medida foi cumprida hoje por oficiais de Justiça escoltados pela Polícia Federal (PF) e vale até o fim da votação. A ordem para fechar a emissora foi dada pelo juiz Francisco Codevila, atendendo a pedido da coligação União por Roraima, do tucano Anchieta Júnior. Na decisão, o magistrado considerou que a exibição de uma entrevista na qual o candidato Neudo Campos faz acusações de compra de votos por parte de seu adversário configurou crime de desobediência.

Os advogados da emissora recorreram alegando que a entrevista não configura propaganda eleitoral pois limitou-se a reproduzir a opinião de um candidato na cobertura jornalística das eleições.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 20102º turnoRoraima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.