Justiça Eleitoral cassa prefeito em cidade do Amazonas

Mais um prefeito e o vice de um município no Amazonas tiveram seus diplomas cassados pela Justiça Eleitoral. O Ministério Público Eleitoral no Amazonas aprovou hoje parecer do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que cassou os diplomas do prefeito de Tapauá, a 449 quilômetros de Manaus, Elivaldo Herculino dos Santos, e do seu vice, Francisco Cássio Nunes Brandão.

LIEGE ALBUQUERQUE, Agencia Estado

22 de setembro de 2009 | 13h02

Os candidatos são acusados de abuso de poder econômico e de autoridade, além de captação e uso ilícito de recursos em troca de votos durante o pleito de 2008.

A assessoria de imprensa da prefeitura afirmou que o prefeito e o vice irão recorrer da decisão. O TRE vai marcar nova eleição em outubro.

No domingo, foram eleitos os novos prefeito e vice de Coari, a 327 quilômetros de Manaus. Em julho o TRE havia cassado os diplomas dos eleitos no ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.