Justiça do Trabalho quer recursos para 20 Varas Itinerantes

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Francisco Fausto, solicitou abertura de crédito especial de R$ 4 milhões ao ministro do Planejamento, Guido Mantega, para implantação de 20 Varas Itinerantes da Justiça do Trabalho.Segundo Fausto, a verba deve ser destinada à intensificação do combate ao trabalho escravo na Grande Amazônia, no Pará e no interior do Maranhão e de Mato Grosso. Cada unidade será formada por um juiz, um diretor de secretaria e dois servidores, além de policiais federais.Em março, o presidente do TST protagonizou uma polêmica com o governo ao chamar o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, de "motorneiro da Nação". Ele criticou duramente a sugestão de cortes de até 62,5% no Judiciário e afirmou que eram "incompatíveis os discursos do presidente Lula e de Palocci". Ele se declarou "revoltado e insatisfeito" com a pressão da equipe econômica contra a criação de 269 Varas do Trabalho e concluiu: "Corte tão drástico é quase afrontoso".Em ofício a Mantega, o ministro destacou que o projeto de criação das 269 Varas do Trabalho "está tendo tramitação demorada no Congresso". Argumentou que a criação das Varas Itinerantes "constitui alternativa viável a um problema urgente e de intensa gravidade, que necessita de intervenção imediata".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.