Justiça do Paraná confirma condenação de ex-prefeito por improbidade

Em sua defesa, Wilson Spinassi alega ter usado dinheiro destinado a ampliação de centro comunitário para contruir um ambulatório médico; Tribunal vê negligência

Carolina Spillari, do estadão.com.br

28 de julho de 2011 | 19h41

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná decidiu nesta quinta-feira, 28, manter a sentença que condenou Wilson Spinassi, ex-prefeito de Lidianópolis, por improbidade administrativa. Para a Justiça, ele agiu com negligência ao dar destinação diversa a verba pública obtida mediante convênio.

O ex-prefeito alega que usou o dinheiro para construir um ambulatório médico, ao invés de empregar o dinheiro na ampliação de um centro comunitário. Ele terá que devolver ao município R$ 2.560,20, com correção do IGP-DI, com juros de mora de 1% ao mês, contados desde a citação.

Tudo o que sabemos sobre:
condenaçãoex-prefeitoPR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.